Rolf Cruz

Início » Artigos » Pra não morrer, escrevo!

Pra não morrer, escrevo!

cropped-logo-site-rolf-cruz-compartilhe1.jpg

Desde a minha infância ou seria desde a barriga da minha mãe já me goravam dizendo que eu não daria certo, não vingaria. Tudo indicava que eu não vingaria mesmo.

Anos 80. Havia poucas ou quase nenhuma incubadora nos hospitais de Goiânia.

Gravidez de risco.
05/09/1981: Nasci. Com saúde para contradizer os médicos que falavam que eu nem nasceria.

Minha mãe durante minha gestação, sempre leu muito e comia muito macarrão, que era a única coisa que parava no estômago dela.

Acho que foi isso que me fez ser viciado em macarrão, amante da leitura e fascinado pela escrita.

Esses são alguns dos motivos pelos quais digo:
-Pra não morrer, escrevo!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: